Notícia 28/06/2022

Conheça o primeiro ETF de crédito privado brasileiro

 

A partir desta terça-feira, dia 28, fica disponível para negociação o novo ETF BTG Pactual Teva Debêntures DI Fundo de Índice. Esse produto inova ao ampliar as possibilidades do brasileiro para investir em debêntures, que, pela primeira vez, poderá adquirir uma carteira diversificada desses ativos no formato de ETF.

 

Respondendo pelo ticker DEBB11, o produto visa acompanhar a valorização do Índice Teva Debêntures DI, cuja carteira é composta por 90 debêntures referentes a empresas privadas e do Governo Federal.

 

Os títulos de crédito que compõem essa cesta são do tipo indexados ao CDI, aqueles que pagam uma taxa prefixada somada a um percentual do CDI na data de vencimento. O fundo é destinado a investidores em geral e a tributação é de 15% sobre os ganhos de capital.

 

Para mais detalhes e a consulta do regulamento desse ETF, clique aqui. Para negociar o produto, clique aqui e encontre uma corretora certificada.