23/09/19

Negociação de ouro tem bom desempenho, seguindo as tendências globais.

A preocupação dos investidores com o futuro da economia mundial impactou os mercados globais...

A preocupação dos investidores com o futuro da economia mundial impactou os mercados globais levando os investidores a procurarem investimentos considerados seguros como títulos da dívida americana e ouro.

No Brasil esse fator se refletiu na negociação recorde de contratos de ouro de 660 mil contratos diariamente no mês de agosto, valor 235% maior que em julho de 2019.

Gráfico 4:  Evolução diária do número de contratos de Ouro negociados. Com média mensal exibida na linha.

 

Grafico ouro 1.png

Fonte: B3

Dinâmica do Mercado

Nos últimos meses o mercado tem mostrado preocupação com a desaceleração do crescimento mundial após a divulgação dos resultados de crescimento Chinês e Norte-americano abaixo das expectativas do mercado, bem como a escalada da crise comercial entre os dois gigantes. Além disso, pela primeira vez em 10 anos, a curva de juros americano se inverteu, fato comumente relacionado às grandes crises econômicas.

Com esse cenário a performance dos investimentos em ouro superou os principais índices de renda variável no período. No final de agosto, o retorno acumulado para o ouro foi de 34% enquanto o Ibovespa atingiu 15% e o S&P 500 chegou à 25%.

Gráfico 5: Gráfico de retorno acumulado para o ouro, Ibovespa e S&P

frafico ouro.png

Fonte: Quantum Axis

Nesse cenário o número de investidores com saldo em custódia em ouro aumentou quase 45% se comparado ao início do ano fugindo à tendência do produto que nos últimos anos foi de crescimento tímido. Os investidores, principalmente pessoa física, buscaram no produto um retorno alto em um ativo lastreado em um produto real.

O valor em estoque também apresentou crescimento relevante, chegando a R$ 712 MM valor 60% maior do que agosto/18, que inclui a valorização do produto e maior fluxo de investimentos que o observado nos últimos anos.